Postado por Adriana Gomes em 12 de junho de 2014 | Mudança de Carreira

4 lições de uma mudança de carreira tardia

Antes tarde do que nunca, não é mesmo? Por isso, aqui estão 4 lições para inspirar a mudança

A maioria de nós irá, ocasionalmente, tomar algum rumo errado durante a vida e, em seguida, procurar, naturalmente, uma oportunidade para corrigir e voltar para os trilhos.

Por que é tão difícil, fazer isso quando se trata de nossas próprias carreiras?

Alberto Silva passou os primeiros 20 anos de sua carreira trabalhando para uma única empresa e, realmente gostava do seu trabalho na maior parte do tempo. Mas, então ele percebeu que não gostaria de terminar seus dias de trabalho fazendo alguma coisa que o atendesse apenas parte do seu tempo

Então, ele se lançou no processo de mudança de carreira. E aqui estão algumas das lições que ele aprendeu ao longo do tempo.

#1.Não subestime o valor dos objetivos de carreira

Ao contrário de dirigir um carro, quando temos um destino claro em mente, a maioria de nós acha muito difícil definir objetivos de carreira.

Isso não é apenas porque os objetivos de carreira são subjetivos e quase sempre únicos para cada indivíduo, mas também porque eles tendem a mudar com o tempo.

Para alguns, buscar a ajuda de outra pessoa pode ajudá-lo a manter a objetividade durante um exercício de avaliação da carreira.

Então, se você é rigoroso sobre como manter sua carreira no caminho certo, então você deve, no mínimo definir seus objetivos de carreira e, em seguida, revisá-los a cada 2 ou 3 anos.

Não subestime o valor dos objetivos de carreira

#2. Tenha cuidado com a incompatibilidade entre seus objetivos de carreira e suas competências

Muitas pessoas não conseguem conciliar sua visão de carreira com as habilidades necessárias para atingir seus objetivos de carreira.

Muitas vezes, o foco na carreira atual impulsiona esta percepção.

Por isso, não é de se estranhar que o progresso na carreira das pessoas vá perdendo força depois de um certo tempo.

Quando Alberto decidiu mudar a sua carreira, tornou-se dolorosamente consciente da importância de uma qualificação adequada, e também da sua pouca experiência para a mudança desejada.

Assim, para que a sua competência estivesse à altura de sua carreira, ele decidiu fazer pausa de 1 ano e fazer um MBA internacional.

Segundo ele, essa foi uma das melhores decisões que poderia ter tomado, porque não só aumentou a sua confiança com conhecimentos relevantes, bem como reavivou a sua capacidade de aprender coisas novas.

#3. Pare de se preocupar sobre seus custos irrecuperáveis

Os seres humanos são naturalmente avessos ao risco e isso nos faz muito ligados a tudo o que investimos no passado, na esperança de bons resultados.

Não é de se estranhar que preferimos continuar nas  carreiras atuais, preservando os nossos investimentos antigos de tempo e dinheiro, mesmo que muito tempo depois percebamos que o investimento é errado.

Quanto mais tempo você fica no caminho errado na carreira, maiores são os custos irrecuperáveis e os desafios de mudar.

Então, ao decidir por mudar, você precisa tomar algumas ações realistas sobre o que pode levar para a sua nova carreira.

Não é nada fácil interromper no caminho na direção errada, principalmente por conta do conforto e do hábito. Mas, quando você encara as perdas e aproveita o que pode ser aproveitado, vai deixar o arrependimento pra trás.

Pare de se preocupar sobre seus custos irrecuperáveis

#4. Não deixe que o custo da oportunidade te detenha

A maioria de nós pode se sentir assustado com os custos para mudar, como rendimentos perdidos associados à mudança de carreira.

Muitas vezes, o custo  é muito menor do que os custos pessoais e sociais relacionados a continuar na carreira errada.

Mudanças de carreiras tardias não são impossíveis

Até mesmo mudanças de carreira tardias (se é que podemos ser chamar de de “tardias”) que parecem ser mais difíceis, felizmente são possíveis se você tem essas 4 lições em mente, e se preparar para o processo.

Então vá em frente e faça essa mudança de carreira que você realmente deseja para si mesmo. É preciso mudar de carreira, independente de você achar que está velho demais para isso.

O melhor momento e mais fácil de fazer isso é agora. Hoje ainda é menos tarde do que amanhã.Por outro lado, as coisas vão se tornando mais difíceis à medida que você adia as coisas, portanto, não deixe para amanhã.

Uma resposta para “4 lições de uma mudança de carreira tardia”

  1. Carolina Sbrana disse:

    As vezes o momento que a pessoa vive a impede de fazer essa mudança. Entender que esse momento é passageiro e planejar essa tomada de atitude em relação a carreira é essencial (difícil de aguentar muitas vezes). Em compensação, quando a pessoa passa por tudo isso e consegue… Ah, é libertador! Ainda, a ajuda de um profissional especializado em carreiras pode (e vai) ajudar muito no processo do autoconhecimento para a correta tomada de decisão.

Deixe uma resposta para Carolina Sbrana Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *