Postado por Adriana Gomes em 21 de julho de 2010 | Mercado de Trabalho

A importância de manter o networking ativo

 Nunca as redes de relacionamento foram tão movimentadas, acessadas, comentadas e até estudadas, porém, ninguém ensina como desenvolver e cuidar das redes de contato. Isso costuma ser feito intuitivamente. Ouve-se apenas o conselho, “desenvolva e ou cuida de sua rede de contatos”, porém, como fazr isso, adequadamente. A matéria a seguir, ajuda a levar luz sobre o tema. Meu posicionamento, equanto consultora de carreira está alinhado com o texto de Clarice Pereira*.  Um abraço,

Adriana Gomes995748___network__

 Quem pensa que contatar várias pessoas em redes sociais ou distribuir uma coleção de cartões corporativos são garantias para manter ativo seu networking, está enganado! Qualidade no relacionamento é melhor que quantidade no momento de montar sua rede de contatos.

Na atualidade, com mercado altamente competitivo, manter uma rede de relacionamento pode fazer a diferença no momento de procurar um emprego ou realizar novos negócios. Mas de nada adianta distribuir cartões de apresentação, ter muitos contatos virtuais, se você não mantém o vínculo com seu networking. “O principal objetivo de se relacionar com outras pessoas é a troca de conhecimento, informações e cooperação”, justifica a jornalista e especialista em marketing Clarice Pereira, da Link Portal da Comunicação. Para a profissional não é de bom grado procurar as pessoas apenas quando precisa de um favor. “Ao invés de passar uma imagem positiva, a atitude pode causar uma impressão contrária”, avalia. “Ganhar a confiança do outro leva tempo e investimento pessoal”, acredita. Por isso fica difícil cultivar um relacionamento verdadeiro com centenas e milhares de pessoas simultaneamente. Nesses casos, as relações serão superficiais e no momento necessário, esses contatos não se motivarão por sua causa.

A internet pode ser um meio de contato com novas pessoas, as redes sociais provam isso. Porém, se achar que adicionar simplesmente contatos sem nenhum critério aumenta seu poder de relacionar-se no mundo analógico, você pode sofrer alguma decepção. Fazer networking é mais que isso. Redes como Linkedin e Facebook podem ser úteis quando são bem utilizadas. Elas ajudam encontrar pessoas que tenham interesses parecidos e isto pode contribuir na troca de experiências.

A Web pulverizou o networking. Saber como utilizá-la a seu favor é fundamental para aprofundar, difundir, trocar conhecimentos e saber o que acontece na sua área. Mas, o contato on-line, com sua facilidade de uso, rapidez e instantaneidade, não pode substituir o convívio presencial.

Reuniões, palestras, cursos, eventos, conferências, atividades de lazer, entre outras formas de aproximação, continuam os melhores caminhos para se construir relacionamentos duradouros. “Mesmo com as vantagens que a internet nos trouxe, o contato pessoal é imprescindível”, afirma Clarice. “Devemos nos lembrar que as decisões são tomadas fora do ambiente virtual”, completa.

O networking é uma ferramenta, que se bem utilizada, pode trazer vários ganhos: oportunidade de trabalho, informações relevantes, divulgação do seu trabalho, ganhar novos clientes, enriquecimento pessoal, além de proporcionar novas oportunidades, seja nos negócios ou na vida pessoal.

Algumas dicas são essenciais para não cometer erros no momento de fazer seu marketing pessoal:

 • Planejar é fundamental;

• Defina uma área que lhe interesse;

• Monte uma lista das pessoas relacionadas ao assunto;

• Saiba quais os eventos que acontecem sobre o tema, e se possível, esteja presente;

• Faça o contato personalizado com cada um das pessoas;

• Estude o assunto para não cometer gafes;

• Tenha à mão seus cartões pessoais;

• Introduza conversas, troque ideias;

• Quando abordar uma determinada matéria, seja claro e natural;

• No caso de precisar de um favor, perceba se a pessoa entendeu suas intenções.

• Marque presença junto à sua rede de relacionamentos;

• Esteja aberto para novos contatos;

• Avalie se o novo contato vai lhe acrescentar algo, lembre-se que a relação é de troca.

• Não fale mal dos outros;

• Mantenha atualizada sua rede de relacionamentos.

 *Clarice Pereira é jornalista, formada pela USP – universidade de São Paulo e especialista em marketing, pela ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing. Atualmente comanda a Link Portal da Comunicação, assessoria de comunicação integrada, fundada há mais de dez anos. E-mail: linkcomunicacao@linkportal.com.br

Uma resposta para “A importância de manter o networking ativo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *