Vilões Interiores

O Sabotador Fraudulento


Quem já não foi pego pensando, “mas eu não estou preparado!” , Acho que não estou pronto para assumir essa posição ou liderar um projeto” ou mesmo “acho que não sou bom o suficiente”. Esse tipo de pensamento está associado ao que se conhece como Síndrome do Sabotador ou do impostor e a pessoa sempre arruma um jeito de minar a confiança.

 

Não importa o nível de sucesso alcançado em sua área de estudo ou trabalho, ou quaisquer que sejam as resultados e provas externas de suas competências, essas pessoas permanecem convencidas de que não merecem o sucesso alcançado e que, de fato, são fraudes.

 

O sucesso que alcançam, os feedbacks positivos que recebem são desmerecidos como se fossem, simplesmente, um fato de sorte, estavam no lugar certo na hora certa, ou ainda, chegam a acreditar que conseguiram, de alguma maneira, enganar os outros a ponto desses acreditarem que são mais inteligentes do que o são em realidade.

 

Já atendi,  muitas vezes,  pessoas muito qualificadas, inteligentes, competentes  e escuto comentários desse tipo e o que eu posso dizer é que, na grande maioria das vezes, esse tipo de pensamento, vindo de pessoas bem qualificadas nada mais é do que MEDO!

Medo de não corresponder às próprias expectativas

Medo de não corresponder às expectativas dos outros

Medo de falhar

Medo de fracassar

Medo de errar

Medo de sair da zona de conforto

Medo de se desapontar

Medo das cobranças

Medo de assumir responsabilidades

MEDO!

 

As desculpas que apoiam o MEDO, são muito convincentes, pois parecem plausíveis para elas mesmas e para quem as escuta, e são do tipo:

  • Preciso estudar mais
  • Preciso fazer um curso
  • Preciso de um pouco mais de tempo para me preparar
  • Preciso amadurecer essa ideia

 

Os nossos sabotadores podem ser o crítico, o perfeccionista, a vítima, o viciado em trabalho, o controlador, o ansioso, que moram dentro de nós e que só vão crescer se a gente os alimentar.

Analise aí, com que frequência você traça seus planos e os abandona, por algum receio?

Seja mudança de carreira, de emprego, de assumir algum novo projeto?

Os medos do sabotador estão relacionados à baixa autoestima.

Fica nossa dica para refletir sobre seus sabotadores e o caminho é enfrenta-los. CORAGEM!

2 respostas para “Vilões Interiores”

  1. Rose Alves disse:

    Olá
    Quando começa a afetar a nossa integridade e a mexer com nossa saúde física já é um sintoma CLARO de que o emocional foi prejudicado anteriormente. Muitos ficam presos pelos altos salários, benefícios, posição social e estabilidade e nada disso eu tinha, mas mesmo assim achava que tinha que ficar ali e não acharia nada melhor.
    Aceitar chefes e trabalhos desumanos me fez adoecer e hoje estou em um projeto digital e batalhando para me sustentar sozinha e trabalhando em casa. Luto para SER e ajudar pessoas a tornarem-se protagonistas de sua história. Vamos com medo mesmo, mas VAMOS.

  2. Luciana Mendes disse:

    Olá Adriana, sempre visito seu site e adoro as matérias. Esta inclusive está ótima. Trabalhar nossos medos é algo muito difícil, exige coragem e atitude. Obrigada por mais esse artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *