Postado por Adriana Gomes em 25 de agosto de 2016 | Carreira e Educação

Cresce o número de oportunidades de emprego para jovens até 24 anos

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do trabalho, mais de 530 mil vagas com maiores salários foram descartadas no primeiro semestre do ano, e o levantamento mais recente da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (PNAD Contínua) do IBGE, aponta que atualmente, 11,2% dos brasileiros estão desempregados.

Apesar desse cenário o mercado se mostrou aquecido para os jovens nos últimos meses. O número de vagas para quem tem entre 14 e 24 anos aumentou. Mais de 180 mil empregos com carteira assinada foram criados no primeiro semestre para trabalhadores jovens.

Essa é faixa etária que mais sofre com a crise do emprego, porém tudo acaba tendo um lado bom em tempos de crise as empresas estão cortando gastos e oferecem postos de baixa remuneração para esses novos funcionários.

Histórico

Entre janeiro e junho desse ano, o saldo positivo na abertura de vagas só se concretizou na faixa etária mais jovem, enquanto para os mais velhos, o número de demissões ainda supera o de contratações.

Mesmo que pareça um avanço, o mercado ainda está longe de se tornar convidativo ao candidato entre 14 e 24 anos: essa faixa é a mais afetada, são quase 4,8 milhões de desempregados de acordo com dados do CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados .

O cenário é preocupante pois estima-se que 1 em cada 4 trabalhadores com menos de 25 anos foi diretamente impactado pela crise, justamente num período no qual adquirir experiência e projetar a carreira é fundamental.

Segundo o diretor da Companhia de Estágios, consultoria especializada na contratação de estagiários e trainees, apesar do mercado estar encolhido a evolução das vagas nos programas de estágio é contínua nessa época do ano.

Segundo o levantamento deles , nos últimos 3 anos houve crescimento médio na oferta de novas vagas de estágio durante o segundo semestre em torno de de 7%.

Esse é um resultado muito significativo considerando que o número de postos de trabalho formal vem caindo muito ao longo do último ano”. Muitos estudantes que atuavam como estagiários se formam e ingressam no mercado de trabalho, e, para suprir essa demanda as empresas abrem novas vagas.

Por outro lado a exigência por parte dos empregadores é cada vez maior. E Eu particularmente recomendo que os estágios seja iniciados o mais cedo possível, durante a graduação.

Os empregadores não exigem experiência, mas os estudantes que participam de iniciativas como trabalho voluntário, empresa Jr., aqueles que possuem fluência em idiomas e bons conhecimentos de informática se destacam dos demais.

___

Fonte: Companhia de Estágios | PPM Human Resources.

Uma resposta para “Cresce o número de oportunidades de emprego para jovens até 24 anos”

  1. Isabela disse:

    O mercado anda cada vez mais procurando por pessoas jovens com a mente aberta para inovações, concordo com você, mas também acredito que é necessário que esses jovens estejam qualificados, com conhecimento suficiente para o trabalho. Se concorda comigo veja esse post: http://dicasparaempreender.com.br/dicas/conheca-o-curso-de-processo-gerenciais-voce-pode-ser-o-proximo-administrador-de-empresas/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *