Postado por Adriana Gomes em 1 de julho de 2020 | Artigos / Dicas / Tendências

7 dicas para se preparar para as profissões do futuro

Por Filipe Oliveira

Especialista em gestão de carreira e cultura digital dá dicas para encarar os desafios de um mundo dominado pela automação

Tecnologias como Inteligência artificial, 5G, big data e IoT vão transformar o mundo em que vivemos e o modo que trabalhamos. Entre 400 e 800 milhões de pessoas podem perder seus postos de trabalho por causa da automação até 2030, segundo um relatório da consultoria McKinsey. Por outro lado, profissões que ainda nem conhecemos devem surgir. “Vejo as pessoas olhando para tudo isso e falando ‘que demais’, mas poucas estão pensando em como isso afetará sua vida e sua profissão”, comenta Marcia Marques Portazio, professora de Liderança e Cultura Digital da pós-graduação da ESPM.

De acordo com a especialista em gestão de carreira, profissionais que não acompanharem os impactos da Transformação Digital em suas áreas podem se tornar obsoletos sem nem perceber. “Sabe aquela história que se você coloca um sapo na água fria ele não pula. Você o deixa cozinhando, ele fica lá e não percebe que está em uma zona de conforto. Quando percebe, já está completamente cozido”, exemplifica Portazio. “É importante que as pessoas saiam da zona de conforto e busquem esse olhar mais atento ao que está acontecendo no mundo de forma geral e nas suas profissões para que eles possam se preparar e ter tempo de reagir a essas mudanças.”

Confira a seguir algumas dicas da especialista sobre o mercado de trabalho do futuro:

1 – Fique tranquilo! Ainda teremos trabalhos para humanos

“Nesse processo da automação e da inteligência artificial, as máquinas vão substituir muitos humanos. Mas sempre precisaremos de alguém que faz a ponte entre a máquina e as pessoas. Além disso, ainda teremos muitas carreiras humanas, que dependem da interação entre pessoas.”

2 – Autoconhecimento irá te ajudar

“Esse olhar voltado para si mesmo é fundamental para identificar o que você gosta, que é aquilo que você vai fazer bem. É preciso descobrir, por exemplo, se você gosta de trabalhar sozinho ou em grupo, se gosta de interagir com pessoas ou se prefere atividades de mais concentração, ou se gosta algo que envolva criatividade.”

3 – Algumas skills não vão sair de moda

“Não importa qual modelo da casa vá construir, você vai precisar de tijolo e cimento. Competências como comunicação (oral e escrita), relacionamento interpessoal e inteligência emocional para administrar os relacionamentos continuarão sendo fundamentais em qualquer área.” Portazio também cita o aprendizado de novos idiomas, a inovação e a criatividade como habilidades importantes.

4 – Fique de olho no mercado

“Visite sites de busca de emprego, como o LinkedIn, e veja o que está sendo pedido para aquela vaga. Você pode manter isso dentro de uma atualização constante, verificar o que está sendo pedido no mercado de trabalho para vagas em sua área. Isso vai te dar um norte de que trilha você deve trabalhar o desenvolvimento das competências técnicas.”

5 – Aprenda a aprender

“Ser capaz de buscar o aprendizado é fundamental. Não vai ter ninguém dizendo para você qual é a trilha que você deve seguir. Você vai ter que construir essa trilha sozinho”, afirma a especialista. “A interdisciplinaridade também é importante. É preciso conhecer um pouco de tudo para ficar com essa visão mais ampla que te dê capacidade de adaptação.”

6  – Se possível, aprenda um pouco de programação

“Se eu estivesse me formando agora, por exemplo, iria pensar em recrutamento e seleção com inteligência artificial. É um nicho de oportunidade para um psicólogo que a gente jamais imaginou. Tem uma série de coisas que vão precisar alimentar a inteligência artificial ou as programações. Por isso, digo que o letramento digital é algo indispensável.”

7 – Novas gerações devem buscar novos caminhos

“Normalmente, quando o jovem vai se preparar para a vida profissional, busca modelos na família e também em professores, na escola ou religião. Só que os modelos que serviram de guia para os pais no início da vida profissional são completamente diferentes do que vão encontrar agora. É importante estar atento a isso.”

Fonte:

7 dicas para se preparar para as profissões do futuro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *